Hipnose e claustrofobia - Rafael Baltresca

HipnoBlog

Hipnose e claustrofobia

by ohipnologo

Você tem pavor de ficar preso em algum lugar ou simplesmente de permanecer em um local fechado? Bom, se sua resposta foi sim, fique tranquilo porque muitas pessoas também sofrem com a chamada claustrofobia.

Além das inúmeras circunstâncias incômodas, delicadas e problemáticas experienciadas cotidianamente por quem tem esse medo excessivo de ficar em locais fechados, uma situação um pouco diferente tornou-se foco dos estudos de um grupo de médicos do Hospital São Camilo, em SP: a claustrofobia em exames de ressonância magnética.

Não é sempre que realizamos uma ressonância em nossas vidas, concordo… Porém, para quem trabalha com isso, ter que lidar com vários pacientes claustrofóbicos pode ser algo mais complicado.

Com o objetivo de controlar as reações fóbicas dos pacientes diante do aparelho de ressonância, este corpo médico de SP decidiu utilizar a hipnose para verificar se a sedação possibilitada pela técnica seria suficiente para realização plena e satisfatória do exame.

Foram selecionadas 20 pessoas com indicação de sedação para o exame devido ao quadro fóbico que impediu a realização do mesmo em condições naturais. Destes, apenas dois não demonstraram susceptibilidade suficiente para seguir com a hipnose em níveis mais profundos e quase 80% do total atingiu o nível máximo de aprofundamento já na situação real de exame. 93,8% dos pacientes selecionados conseguiram, portanto, realizar a ressonância pela indução hipnótica.

Sendo assim, e de acordo com o resultado dessa pesquisa científica, é possível pensar na hipnose como uma alternativa extremamente eficaz à sedação química, além de ajudar nos casos em que há quadros fóbicos e ansiosos envolvidos e que impedem a realização de procedimentos médicos importantes.

Rafael Baltresca

Trabalha como palestrante desde 2001 e com hipnose desde 2007. É um apaixonado pela arte de hipnotizar e um dia ainda vai te fazer dormir...

Secured By miniOrange